jusbrasil.com.br
28 de Outubro de 2020
    Adicione tópicos

    Ataque de Ransomware em hospital leva a morte de paciente

    Damiao Oliveira, Bacharel em Direito
    Publicado por Damiao Oliveira
    mês passado

    Na Alemanha registou-se um incidente trágico, quando uma pessoa em risco de vida foi redireccionada para um hospital mais distante, devido ao hospital que estava mais próximo estar a lidar com um ataque de ransomware, resultando na morte do paciente.

    Por norma associamos os ataques de ransomware apenas ao transtorno e prejuízo financeiro que causam, mas agora temos este caso que relembra que esses "transtornos" podem ter consequências bem mais trágicas. O University Hospital Düsseldorf (UKD) na Alemanha sofreu um ataque de ransomware a 10 de Setembro (via vulnerabilidade do Citrix) levando à suspensão dos serviços.

    Devido a isso, uma paciente em estado de emergência que deveria ir para esse hospital teve que ser redireccionada para outro hospital mais distante, a 32 km distante, fazendo com que só pudesse começar a ser tratada com 1 hora de atraso, algo que terá contribuído para a sua morte.

    Quando as autoridades contactarem o grupo responsável pelo ataque, dizendo que estavam a atacar um hospital e não uma universidade, e que isso estava a pôr em risco a vida de pessoas, o grupo aceitou terminar o ataque e forneceu a chave de desbloqueio do ransomware. Aparentemente, há grupos que estão a evitar o ataque a hospitais, talvez para evitar situações como estas, em que podem ser perseguidos com acusações de homicídio involuntário - como aliás ainda poderá vir a suceder neste caso.

    A vulnerabilidade em questão que permitiu o ataque de ransomware, no Citrix, era algo já conhecida desde o início do ano, com a respectiva correção disponível logo desde Janeiro.

    Fonte : Bleeping Computer

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)